domingo, 27 de janeiro de 2013

Imagine Belieber – 33º capitulo.




Eu acordei com Justin me olhando, eu corei, não estou muito acostumada a acorda e ver um anjo me encarando.

Amanda: para de me olhar – eu disse cobrindo meu rosto com o travesseiro.

Justin: não da, você é muito linda – ele disse passando a mão em meus cabelos.

Amanda: para de mentir Justin – eu disse o encarando.

Justin: não to mentindo, a propósito ontem eu esqueci de te dar isso – ele levantou e pegou uma caixinha vermelha, ele veio até mim e abriu a caixinha, lá dentro avia duas alianças lindas – eu te amo, acho que não preciso perguntar se você quer namorar comigo né? – ele disse pegando na 
minha mão.

Amanda: Justin seja romântico, pergunte de novo.

Justin: tá – ele se ajoelhou no chão pegou uma dos alianças e me encarou – Amanda, amor da minha vida, você aceita namorar comigo?

Amanda: sim, eu aceito – eu disse sorrindo. Ele colocou a aliança no meu dedo logo em seguida depositou um beijo em minha mão – te amo Justin – eu disse colocando a outra aliança no dedo dele.

Justin: te amo mais pequena – ele sentou no meu colo.

Amanda: eu gosto quando você me chama de pequena, é tão fofo – eu disse abraçando ele.

Justin: vou tomar banho, já volto.

Amanda: eu tenho que ir ver se o Victor tá bem.

Justin: espera só eu tomar banho ai a gente vai lá.

Amanda: tá, mas não demora.

Justin: ok - ele me deu um selinho e entrou no banheiro.

Eu me deitei na cama e liguei a TV, não tinha nada de interessante passando, então eu deixei em um canal qualquer e fiquei pesando na noite passada.

Justin é um fofo, eu o amo tanto, o que eu sinto por ele eu nunca avia sentindo antes, é um sentimento puro, um sentimento verdadeiro. Eu sei que com ele eu vou ser feliz como eu nunca fui antes. Eu quero poder construir uma família com ele, por que eu sei que eu não encontraria uma 
pessoa melhor do que ele pra ser pai dos meus filhos. Eu quero estar com ele sempre.

Justin: amor vai querer tomar banho? – ele disse assim que saiu do banheiro.

Amanda: não, depois eu tomo – eu dei de ombros.

Justin: tá – ele foi até o guarda roupa e pegou uma Box, sério que ele vai se trocar na minha frente?! Não que eu esteja reclamando né, mas enfim.

Amanda: vai se trocar na minha frente mesmo? – eu ri levemente.

Justin: sim. Eu sei que você quer ver o meu corpinho nu – ele disse virando de frente e tirando a toalha.

Amanda: JUSTIN! – eu cobri o meu rosto com as mãos.

Justin: que foi? Eu já coloquei a Box meu amor.

Amanda: você é muito idiota mesmo – eu taquei um travesseiro nele.

Justin: uh ela á selvagem, eu gosto de garotas selvagens – ele veio até mim.

Amanda: para de ser idiota garoto – ele subiu na cama e me roubou um selinho – Justin sai, vai se trocar.

Justin: não, eu não quero por mais roupa eu quero é tirar – ele me beijou.

Amanda: nada disso mocinho, você não vai tirar nada – eu disse empurrando ele fazendo o mesmo deitar na cama, eu sentei em cima dele – você vai se trocar e nós vamos ver se meu filhote tá bem, ok? – eu me inclinei, deixando apenas uma pequena distancia entre nossas bocas.

Justin: sem graça – ele mostrou a língua – ok, mas se você não sair de cima de mim, a coisa vai esquentar aqui – ele deu um sorriso malicioso e eu ri.

Amanda: idiota – eu dei um selinho nele e me levantei.

Justin: e você não vai vestir nada não?

Amanda: o que? Não tá bom só essa camiseta, a propósito eu gostei dessa sua camiseta, vou ficar com ela tá? – eu disse olhando para a camiseta.

Justin: já ta querendo assaltar o meu guarda roupa?! Coitado de mim, só não vai pegar as minhas supras hein! – nós rimos – mas pode ficar com essa, só essa tá?

Amanda: tá Jus.

Justin: mas ainda sim eu acho que você deveria colocar a roupa que você estava ontem, não quero ninguém olhando para as pernas da minha mulher – ele disse vestindo uma calça.

Amanda: para de ser besta menino, olha o tamanho dessa camiseta – eu disse levantando, a camiseta batia quase no meu joelho.

Justin: eu to olhando e é muito curta – ele pegou o secador e foi até o banheiro.

Amanda: curta? – eu disse indo atrás dele – ah Justin só você acha isso. E o meu quarto fica no final do corredor então não tem problema eu ir assim até lá.

Justin: tá bom amor, tá bom – ele disse secando o cabelo.

Eu fiquei encarando ele. Fala sério esse garoto é um gato, e é só meu! 

Eu peguei uma escova e penteei o meu cabelo, fiquei mexendo nas coisas do Justin, olhei a praia, e nada do Justin. Depois de meia hora ele terminou de arrumar o cabelo, nem eu demoro tanto tempo assim, e olha que o meu cabelo é bem grande.

Amanda: achei que não ia mais sair daquele banheiro – disse assim que o vi passar pela porta do banheiro.

Justin: só estava terminando de arrumar o cabelo – ele disse passando a mão no cabelo.

Amanda: tá, agora veste uma camiseta e vamos.

Justin: ai amor espera – ele disse vestindo uma regata.

Amanda: vai Jus, vai.

Justin: esse seu ‘’vai Jus’’ pareceu um... – eu o interrompi.

Amanda: calado – ele riu.

Justin: estou pronto.

Amanda: aleluia, agora vamos.

Ele fechou a porta me abraçou pela cintura e nós fomos.

Amanda: você tá cheiroso amor.

Justin: eu sei que estou – ele sorriu.

Nós passamos por dois caras que estavam esperando o elevador, os dois eram muito gatos, eles olharam diretamente para mim assim que nós passamos por eles.

Justin: tá olhando o que hein?Perdeu alguma coisa? – ele disse pros caras.

Gostoso¹: não cara – ele disse olhando por Justin.

Justin lançou um olhar mortal pra ele e nós seguimos o nosso caminho rumo ao meu quarto.

Justin: que abusados, ficam olhando pra mulher dos outros – ele disse irritadinho, que fofo.

Amanda: você com ciúmes é ainda mais fofo sabia amor?

Justin: não estou com ciúmes, apenas estou cuidando do que é meu.

Amanda: do que é seu?

Justin: é você é minha só minha – ele me abraçou mais forte.

Amanda: owwwn te amo.

Nós chegamos ao meu quarto, eu abri a porta e dei de cara com o Victor pulando na cama 
cantando Party da Beyoncé, Cait estava conversando com a Jas.

Victor: mamãe – ele disse assim que me viu.

Amanda: oi meu amor, como você tá? – eu o peguei no colo.

Victor: eu to bem, mas eu quero chocolate.

Amanda: chocolate a essa hora da manha?

Victor: é, por favor, mamãe, só um pouquinho.

Amanda: humm vou pensar no seu caso – eu disse colocando ele no chão, ele voltou correndo pra frente da TV.

Justin: uhuu Beyoncé – ele saiu correndo pra ir ver o clipe com o Victor.

Me trocaram pela Beyoncé vocês viram né?!

Amanda: meninas – eu disse me sentando no meio das duas.

Cait: pelo jeito a noite foi boa hein? – elas riram.

Amanda: há há, não fizemos nada ok, só dormimos mesmo.

Jas: e você ta com a camiseta dele por quê?

Amanda: por que eu dormir com ela, e estava com preguiça de colocar a minha roupa.

Cait: e esse anel significa...?

Amanda: ah – eu disse olhando o meu lindo anel – ele me pediu em namoro – nós demos um 
gritinho.

Justin: por que estão gritando? – ele perguntou assustado.

Jas: nada, volta ai pra Beyoncé.

Cait: sério?! O Ryan me pediu em namoro também – ele mostrou a aliança dela.

Amanda: que linda Cait, parabéns amiga – eu a abracei.

Cait: obrigado amiga. Parabéns – ela disse retribuindo o abraço.

Jas: só eu que não to namorando – ela disse fazendo bico.

Amanda: ah Jas – eu e Caitlin a abraçamos.

Cait: o Chaz ainda vai tomar vergonha na cara e vai te pedir em namoro.

Jas: espero que sim – ela deu um meio sorriso – mas conta ai como foi o encontro?

Amanda: não teve encontro – eu disse me lembrando do beijo do Justin e da Selena.

Cait: como não? O que aconteceu?

Amanda: eu peguei o Justin e a Selena se beijando.

Jas/Cait: O QUE?  - elas disseram juntas.

Amanda: quietas – eu olhei pro meninos, mas eles estavam jogando vídeo game então nem ouviram.

Amanda: é isso mesmo – eu contei o que aconteceu.

Jas: mais é uma vadia mesmo, depois de tudo que ela fez ela ainda tem coragem de vim e estragar 
o seu encontro, que vontade de matar ela.

Cait: tá, mas fala ai, como o Justin te pediu em namoro.

Amanda: então nós fomos até a praia andamos um pouco, conversamos, eu disse que amava ele...

Jas/Cait: owwwn.

Amanda: ...ele disse que me amava também...

Jas/Cait: owwwn.

Amanda: ...e então ele se ajoelhou e perguntou se eu queria ser a namorada dele, e quando ele foi me dar a aliança ele percebeu que tinha esquecido no quarto, eu ri da cara que ele fez, ele disse ‘’ 
eu acho que esqueci de pegar as alianças’’ – eu disse tentando imitar a voz dele.

Nós rimos.

Cait: sério?! O Ryan também tinha esquecido a aliança quando ele me pediu em namoro – ela disse rindo.

Jas: eu acho que eles combinaram, só pode.

Amanda: também acho, mas foi lindo a carinha que ele fez quando viu que as alianças não estavam no bolso. Ah eu já estava esquecendo, quando nós estávamos vindo tinha dois gatos 
esperando o elevado né, ai eu e o Jus passamos por ele e eles ficaram me olhando e...

Jas: claro né, quem não olharia pra essa brasileira linda.

Cait: concordo, mas continua.

Amanda: então, o Justin parou e encarou um dos gatos e disse ‘’ tá olhando o que hein? Perdeu alguma coisa?’’ – eu novamente tentei imitar a voz do Jus.

Jas: sério que ele disse isso? – ela disse rindo.

Cait: queria ter visto isso – riu – mas o que eu queria ter visto mesmo era os dois gatinhos – ela sorriu.

Amanda: Cait! – eu taquei um travesseiro nela – sua safada, você tem namorado não se esqueça – ri.

Jas: eu não sou comprometida então... – nós rimos.

Amanda: vocês são muito safadas, eu hein.

Cait: não somos nada – ele mostrou a língua – gente eu vou indo, o Ryan ta enchendo o saco 
falando que quer me ver, depois a gente conversa mais tá? Beijinhos – ela disse se levantando e indo até a porta – tchau Victor, tchau Jus.

Victor: tchau tia – ele disse acenando com a mão.

Justin: tchau Cait.

Jas: então... – ela ia falar, mas o celular dela tocou – é o Chaz ele quer que eu vá encontra ele.

Amanda: vai me abandonar também – eu fiz bico.

Jas: não estou te abandonando só vou ver o meu boy, depois a gente se fala tá – ela me deu um beijo na bochecha.

Amanda: tá, beijo.

Já que me abandonaram eu vou tomar um banho né.

Eu peguei uma toalha e peguei a minha roupa e fui tomar o meu banho. Depois de me trocar e pentear o cabelo eu fui chamar os meninos pra irem comigo tomar café da manha.

(...)

Nesse momento estou na frente do quarto do Leo esperando ele abrir a porta, eu vou contar que eu e Justin estamos namorando. Espero que ele reaja bem.

Leo: mana, oi – ele disse assim que abriu a porta.

Ele estava sem camisa – isso já virou rotina né, só pode – e com o cabelo bagunçado, não quero nem imaginar o que ele estava fazendo. Ai caramba eu já estou imaginando. Eu balancei a cabeça pra espantar esses pensamentos idiotas e falei:

Amanda: oi maninho eu preciso falar com você.

Leo: pode entrar.

A vadia da Miley estava no banho provavelmente, eu ouvi o barulho do chuveiro. Ou poderia ser outra vadia né?! Eu não sei, faz alguns dias que eu não falo com ele, vai que ele cansou do brinquedinho e resolveu trocar né.

Amanda: eu queria contar uma novidade – eu disse sorridente.

Leo: conta – ele se sentou na cama.

Amanda: eu estou namorando.

Leo: espero que não seja o biba.

Amanda: dá pra parar, você é muito idiota sabia? Eu estou namorando com o Justin sim, e é bom 
que você respeite ele.

Leo: não acredito nisso, você só pode esta maluca. Não acredito que aceitou namorar com ele.

Amanda: e por que não? Ele é uma ótima pessoa e ele me ama.

Leo: você é muito ingênua, ele só disse isso por que quer... – eu o interromper.

Amanda: não, ele não é assim.

Leo: eu só quero te proteger – ele veio até mim e me abraçou.

Amanda: eu sei que quer, mas o Justin não séria capaz de fazer alguma coisa – eu disse retribuindo o abraço.

Leo: eu sei o que ele fez, a Miley me contou que viu ele conversando com a Selena. Eu não quero te ver chorar por alguém que não te merece.

Amanda: mas ele estava falando pra ela ir embora, ele não gosta mais dela.

Leo: ok, pode até ser verdade, mas se ele fizer alguma coisa contra você eu mato ele.

Amanda: combinado – eu sorri e o abracei.

Miley: Leo amor traz uma toalha pra mim?

Leo: já vou.

Amanda: credo você ainda tá com ela.

Leo: claro, ela é ótima na cama – ele sorri maliciosamente e foi levar a toalha pra vadia.

Amanda: Oh God! Eu não ouvi isso. Eu vou indo, depois a gente conversa.

Eu nem esperei ele responder e já fui saindo.

Meu irmão às vezes é muito safado, às vezes não, ele é sempre safado.

Depois de sair de lá eu fui até o quarto do Justin, ele tinha deixado o Victor com ele.

Assim eu entrei eu vi os dois deitados assistindo filme.

Amanda: voltei – eu disse fechando a porta.

Victor: oi mamãe, a gente tá assistindo filme.

Amanda: é meu amor – eu disse indo até ele e depositei um beijo em sua bochecha.

Justin: oi amor – ele me deu um selinho.

Victor: mamãe você ta namorando com o Justin né?

Amanda: sim meu amor – eu disse sorrindo e olhando por Justin que sorria também.

Victor: agora ele vai ser meu papai né? – ele perguntou sorrindo.

Ele cresceu sem um pai, pelo fato de isso ter acontecido ele sempre me perguntava sobre o pai dele, mas eu sempre fugia do assunto, eu sempre me lembrava de tudo que aconteceu, eu tentava esconder a minha tristeza e a minha dor, mas nem sempre era fácil fazer isso.

Eu realmente não sei o que responder, não sei o que o Justin pensa sobre isso, e se ele não gostar? 
Se ele esta comigo ele provavelmente aceita o fato de eu ser mãe. Mas não sei se ele vai querer se o ‘’pai’’ do Victor. E o pior é que Victor fica insistindo nisso.

Amanda: Victor... – eu tentei dizer alguma coisa mais não deu.

Justin: sim, eu vou ser o seu pai meu pequeno – ele disse sorrindo e dando um abraço no Victor.

Eu não acredito que ele disse isso!

Amanda: Jus você não precisa fazer isso, sério.

Justin: não se preocupe meu amor, eu quero sim ser o pai desse pestinha – ele disse bagunçando o cabelo do Victor.

Amanda: você tem certeza? – eu disse um pouco insegura, eu não quero força ele a fazer isso.

Justin: sim, eu tenho – ele sorrio - eu quero cuidar dele junto com você, eu quero te ajudar nisso meu amor. Eu sei que foi difícil pra você cuidar dele sozinha esse tempo todo, eu só quero cuidar das duas pessoas que eu mais amo, vocês fazem parte da minha vida agora.

Amanda: eu te amo Jus – eu estava com lagrimas nos olhos, ele sorriu pra mim e então nos beijamos.

Victor: eca, eca.

Justin: quando você crescer você vai ter uma namorada e vai beijar ela desse jeito, e eu aposto que você não vai ficar falando eca – ele disse e eu ri.

Victor: isso é muito nojento, eca.

Amanda: bobinho – eu disse fazendo cócegas na barriga dele.

Victor: para mamãe, para – ele ria.

Amanda: tá parei – eu disse rindo – vamos assistir ao filme.

Nós ficamos assistindo o filme, até que era legal, só que chegou em uma parte que o casal estava se pegando, eles foram pra cama e começaram a se beijar, eu já até sabia onde isso ia dar e meu filho não pode ver esse tipo de coisas, ele é muito novo.

Victor: olha mamãe eles vão fazer amor.

Ele disse isso mesmo?

Eu fiquei olhando pro Justin com os olhos arregalados tentando entender como ele sabe disse?

Victor: o tio Chaz me falou que pra ter bebê tem que fazer amor. Eles vão fazer um bebê né mamãe?

Chaz Somers. Não acredito que ele falou sobre esse tipo de coisa com o Victor! Eu tenho que ter uma conversa muito séria com ele.

Amanda: eu ér... Não sei.

Victor: você e o Justin vão fazer um bebê? Eu quero ter um irmão ou uma irmã pra brincar comigo.

Justin: claro que vamos Victor – eu lancei um olhar mortal por Justin e em seguida peguei nas partes baixas dele e dei um apertão – AI – ele disse colocando a mão no lugar e eu sei uma leve risada.

Amanda: quem sabe um dia né Victor, agora que tão assistimos outra coisa.

Victor: ta mamãe. vamos assistir bob esponja?

Amanda: claro meu amor, o que você quiser.

Justin: desse jeito nós não vamos poder mais ter filhos – ele sussurrou.

Amanda: para de drama Justin.

Justin: drama? Séria? Ta doendo ok.

Amanda: oh que dó – eu disse passando a mão no rosto dele e depositei um beijo em sua bochecha.

Justin: bem que você poderia fazer uma massagem né – ele sorriu maliciosamente e eu dei mais um apertão o fazendo gemer de dor – ai, não faz mais isso pelo amor de Deus.

Amanda: então cala a boca – eu dei um sorriso falso e fiquei assistindo TV.

Justin: amor, não fica chateada – ele ficou dando beijinhos no meu rosto e na minha boca.

Amanda: não to chateada meu amor – eu o selei.

Nós ficamos assistindo TV o resto do dia.

Tá ai mais um capitulo, espero que gostem.
Comentem, quero saber se estão gostando.

directionliebetic: humm você quer hot? não sei quanto tempo a Amanda vai conseguir resistir ao charme do Bieber kk vamos ver no que vai dar né! você é muito fofa mesmo, fico feliz de saber que você esperaria :) mas não se preocupa eu não vou mais viajar, só no carnaval, eu acho, kkk.

Imagine Belieber: que bom que gostou do capitulo. eu visitei seu blog sim, e to amando, suas historias são perfeitas <3 

eu fiz um FC pra poder divulgar a IB, me sigam lá, eu sigo de volta. @JBmydreamisyou
Xoxo.

Rezando por todos aqueles que perderam seus familiares na tragedia em Santa Maria.
#BeliebersDesejamForçasASantaMaria
#ForçaSantaMaria
:(


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Imagine Belieber – 32º capitulo.




Eu comecei a chorar, e provavelmente eles ouviram os meus soluços  por que eles imediatamente se separaram. Justin me encarou com os olhos arregalados, ele rapidamente veio até mim.

Justin: Amanda... – ele ia tentar se explicar, mas eu o cortei.

Amanda: não tente encontrar uma desculpa esfarrapada, Justin, eu já entendi tudo – eu disse me virando pra sair de lá.

Justin: mas não fui eu que a beijei, ela me beijou – ele segurou o meu braço me fazendo virar novamente e encarar aquele par de olhos assustados - Você sabe que eu não gosto dela, você sabe. 
Amanda por favor, eu gosto de você, por favor, não faz isso comigo – eu apenas me soltei e sair de lá o mais rápido possível.

Eu não tive coragem de ir por meu quarto, afinal, eu estava em prantos, minha maquiagem tinha borrado, eu não saberia explicar ao meu filho o porquê de eu esta naquele estado.

Eu fui até o terraço, e fiquei lá refletindo sobre o que tinha acontecido nesses últimos dias.

Como eu pude ser tão idiota! Era claro que ele só queria brincar comigo, fala seria ele é Justin Bieber, ele pode ter a garota que ele quiser a hora que ele quiser, e eu fui muito idiota pensando que ele ia mesmo querer alguma coisa comigo.

Eu me sentei no chão e fiquei lá chorando por horas e horas. Eu estava realmente começando a amar ele, eu estava, mas depois do que eu vi, acho que tenho que esquecê-lo.

{Narração de Justin}

Eu fiquei lá parando vendo-a ir embora e eu não podia fazer nada.

Eu estava com uma raiva tão grade da Selena que eu poderia matá-la ali e agora. Mas não. Eu respirei fundo, a peguei pelo braço e a tirei do meu quarto.

Justin: sua vadia viu o que você fez? VIU?

Selena: Justin não fala assim comigo, eu te beijei por que te amo você não entende isso? – ela estava com os olhos cheios de lagrimas, se ela esta achando que eu vou cair nesse truque dela, ah, ela esta muito enganada.

Justin: se me amasse mesmo não teria me traído.

Selena: mas...

Justin: não adianta tentar se desculpar, ou tentar encontrar uma desculpa idiota pra tentar explicar o que você fez por que eu não vou acreditar, eu não vou perder o meu tempo com você, então é melhor você ir embora e nunca mais me procure.

Selena: não faz isso Justin, por favor – ela colocou a mão em meu rosto fazendo com que eu a encarasse.

Justin: eu já fiz – eu tirei as mãos dela do meu rosto – vai embora Selena.

Selena: você vai se arrepender de ter feito isso comigo, você vai se arrepender – ela disse me ameaçando, eu apenas ignorei entrando no meu quarto e fechando a porta.

Em um minuto, apenas um minuto a Selena tinha conseguido estraga tudo, TUDO!

Eu estava andando de um lado pro outro, tentando pensar em o que fazer para Amanda poder acreditar em mim. Eu tenho que encontrá-la.

Eu fui até o seu quarto, ela deveria esta lá não é? Mais é claro que não, ela não estava lá. Que droga!

Eu perguntei pra Cait, pra Jas, pros meninos, mas ninguém sabia onde ela estava. Já era tarde e nada dela aparecer. Eu estava triste, muito triste. Eu tenho que falar com ela, eu tenho que explicar o que aconteceu, ela vai ter que me ouvir.

Eu procurei aqui perto do hotel, nas nada. Eu estava cansando e preocupado. Eu não sabia mais o que fazer. Eu preciso ir a um lugar pra pensar, pode esfriar a cabeça, e não tem lugar melhor pra se fazer isso do que no terraço.

Assim que abri a porta eu vi uma garota sentada no chão chorando, mas não era qualquer garota, era a minha garota. 

Eu me aproximei de vagar, ela nem avia percebido que eu estava ali, eu coloquei minha mão em seu ombro, ela deu um pulo pra trás, provavelmente ela tinha se assustado. Ela me olhou assustada, seus olhos estavam vermelhos, sua maquiagem estava toda borrada, seu vestido estava amassado. Ao ve-la naquele estado meu coração se partiu.

Amanda: o que esta fazendo aqui? – ela perguntou seca.

Justin: eu estava te procurando, mas não te encontrei em lugar nenhum então vim aqui para pensar um pouco e então te vi sentando aqui.

Amanda: por que estava me procurando? Já pensou na desculpa esfarrapada que vai dar? – ela disse ironicamente.

Justin: não tenho que pensar em nenhuma desculpa esfarrapada, por que eu já te disse o que aconteceu – eu me aproximei mais ela deu um passo para trás.

Amanda: e você quer mesmo que eu acredite em você?

Justin: sim, por que é a verdade.

Amanda: não, eu vi o que aconteceu, eu vi.

Justin: é eu sei, mas você entendeu errada, ela me beijou, ela, não eu.

Amanda: desculpa, mas eu não acredito em você.
Justin: por quê? Você passou anos acreditando em mim, pessoas falavam tantas coisas sobre mim, tantas mentiras e você acreditava em mim não neles, você não me conhecia, você nunca tinha falado comigo e agora que estou aqui te dizendo o que realmente aconteceu você não acredita, por que? Me diz por que?

 Ela desviou o olhar.

Justin: acredita em mim, por favor, eu estou apaixonado por você Amanda, eu preciso de você, por favor acredita em mim– eu fui até ela e a encarei, meus olhos estavam cheios de lagrimas, eu não queria chorar, não na frente dela, eu não queria parecer fraco, mas era uma dor horrível, uma dor que eu não gostaria de estar sentindo.

Amanda: eu te odeio sabia?! – ela disse me abraçou.

Ela me abraçou! Isso significa que ela acredita em mim, certo?

Justin: você acredita em mim? – eu perguntei assim que nos soltamos.

Amanda: sim, eu acredito – ela sorriu – mas se eu ver você beijando aquela vadia ou qualquer outra vadia você morre entendeu?

Justin: Calma mochinha, eu não vou beijar nenhuma outra garota, eu não quero beijar nenhuma outra garota alem de você – eu disse passando a mão no rosto dela.

Amanda: assim espero – ela sorriu e nós nos beijamos.

{Narração de Amanda}

Depois do que ele me disse eu parei pra pensar, ele estava certo. Eu via tantas coisas que diziam sobre ele, tantos rumores, tantas mentiras e eu sempre, SEMPRE, acreditava nele, porque agora seria diferente? Ele abriu os meus olhos, agora eu sei que posso confiar nele, afinal ele ficou me procurando, ele queria falar comigo, ele realmente se importa comigo. Eu fui muito burra por não ter ouvido ele antes.

Amanda: desculpa não ter dado ouvidos ao que você disse, eu deveria ter confiado em você.

Justin: tudo bem, eu entendo. Agora que tal irmos para aquele restaurante hein?

Amanda: Jus já é meio noite, esta tarde.

Justin: vamos pelo menos dar um passeio pela praia, por favor?

Amanda: tudo bem, mas antes vamos ao meu quarto.

Justin: humm no seu quarto – ele me puxou pela cintura, ele estava com um sorriso malicioso no 
rosto.

Amanda: Justin seu safado não vamos fazer o que você esta pensando – eu disse me afastando um pouco dele.

Justin: ah que pena – ele disse desapontado.

Amanda: bobo, vamos logo, eu só vou lavar o rosto e trocar de roupa.

Justin: mas essa roupa esta perfeita – ele disse me encarando dos pés a cabeça.

Eu estava com um vestido curto, e estava morrendo de frio, o Justin não estava nem ai pra isso né.

Amanda: é eu sei – eu rodopiei – mas eu estou com frio então...

Justin: eu te esquento gata – ele piscou e eu ri.

Amanda: vamos logo, esse frio esta fazendo mal pro seu celebro – eu o puxei pela mão e nós saímos de lá.

Eu cheguei no quarto e vi Cait e Victor dormindo. Eu entrei em silencio para não acordá-los, eu fui até o banheiro e lavei o meu rosto, tirei toda aquela maquiagem borrada, meu rosto estava inchado e vermelho, eu estava horrível.

Depois de secar o meu rosto eu fiz uma make leve só pra disfarçar aquele inchaço, eu penteei o cabelo e depois fui procura uma roupa mais quentinha, eu voltei pro banheiro e me troquei.

Amanda: estou pronta – disse assim que sai do banheiro.

Justin: você tá linda meu amor, vamos?

Eu acendi e nós fomos de mãos dadas até a praia. Não aviam muitas pessoas lá, só alguns casais.

Nós caminhamos em silencio. Ficamos olhando o mar que estava calmo. Era tão bom esta ali com ele, eu me sinto completa quando estou com ele, é uma sensação boa.

Justin: então o que esta achando do Havaí? – ele disse tentando puxar assunto.

Amanda: aqui é muito bonito, é um bom lugar pra vim quando se esta de férias.

Justin: é sim, eu gosto de vim aqui às vezes, eu me divirto muito.

Amanda: é eu percebi.

Nós ficamos em silencio de novo. Eu fiquei olhando cada detalhe daquele lugar, aqui é realmente lindo, e é também muito romântico.

Amanda: Jus... – eu o chamei fazendo ele me encarar.

Justin: que?

Amanda: obrigado por me procurar, por insistir em me dizer a verdade, por me fazer acreditar, eu... Eu te amo – eu disse tímida olhando pro chão.

Justin: oh – ele parecia surpreso, ele colocou a mão no meu queixo e levantou o meu rosto me fazendo encarar aquele par de olhos cor de mel – eu te amo.

ELE ME AMA!!!!!

Eu estava tão feliz, eu agarrei o pescoço dele e tratei de juntar os nossos lábios.  Cesse definitivamente foi o nosso melhor beijo.

Justin: eu fico tão feliz em saber que você me ama assim como eu te amo.

Amanda: eu percebi isso hoje, quando eu vi você e a Selena se beijando, eu fiquei com medo de perde você, meu coração de despedaçou, mas assim que você apareceu e disse tudo aquilo pra mim aquela dor passou, todos aqueles pedacinhos que aviam restado do meu coração foram se juntando novamente e eu pude sentir ele batendo aceleradamente, assim como ele batia todos as vezes que nossos olhares se encontravam. Eu te amo Justin – meus olhos estavam cheios de lagrimas bobas que insistiam em cair.

Justin: eu também percebi isso hoje, assim que eu vi você indo embora, eu fiquei sem chão, eu não sabia o que fazer. Eu fiquei tão preocupado com você, a cada minuto que passava eu fica cada vez mais desesperado, mas assim que eu te vi eu pude suspira aliviado, por que eu sabia que você estava bem. Eu te amo tanto. Eu quero poder esta com você para sempre, eu quero que você seja minha, Amanda você aceitar ser minha garota, aceita ser a minha namorada? – ele se ajoelhou e colocando a mão em seu bolso e tirou... Espera não tinha nada no bolso dele – eu acho que 
esqueci de pegar as alianças.

Amanda: ah Justin seu retardado – eu ri.

Justin: para de ri – ele disse fazendo bico – era pra ser romântico.

Amanda: foi romântico, mas foi só até a hora que você disse que queria que eu fosse sua namorada.

Justin: mas você não me respondeu. Você aceita namorar comigo?

Amanda: não.

Justin: o que? – ele disse com os olhos arregalados, e eu ri.

Amanda: não posso deixar de aceitar essa sua proposta – eu sorri.

Justin: por um segundo eu achei que você não fosse aceitar você me deu um baita susto.

Amanda: foi engraçado – disse rindo.

Justin: ah claro que foi – disse ironicamente.

Amanda: bobinho eu te amo muito – eu coloquei meus braços em volta do pescoço dele o trazendo para mais perto de mim.

Justin: pequena eu te amo mais – ele colocou suas mãos em minha cintura e então nós nos beijamos.

Amanda: acho melhor a gente voltar pro hotel – eu disse depois do beijo.

Justin: ah vamos ficar só mais um pouquinho?

Amanda: tá bom, só mais um pouquinho.

Justin: vem senta aqui – ele me puxou pra eu sentar no meio das pernas dele.

Amanda: to com frio.

Justin: eu te esquento – ele colocou os braços em volta da minha barriga me abraçando bem forte.

Eu coloquei minha cabeça no peitoral do Justin, dava pra ouvir o coração dele batendo, isso é muito relaxante. Eu estava quase dormindo quando ouvi o Justin me chamado.

Justin: amor é melhor a gente ir.

Amanda: tá – eu disse sonolenta.

Nós levantamos e voltamos para o hotel.

Amanda: Jus esse não é o meu quarto.

Justin: é claro que não é – ele disse como se fosse obvio – é o meu, você vai dormi aqui hoje – ele disse abrindo a porta.

Amanda: não posso.

Justin: por quê?

Amanda: por que não posso deixar o Victor sozinho.

Justin: ele esta com a Cait, meu amor ele vai ficar bem.

Amanda: ah Justin, eu não sei.

Justin: vai, por favor, eu não quero dormir sozinho hoje – ele me encarava com uma carinha tão fofa que eu não pude resistir.

Amanda: tá Jus – eu sorri.

Justin: vem – ele me puxou pela mão.

Nós entramos e ele fechou a porta.

Amanda: Jus me empresta uma camiseta sua pra eu dormir.

Justin: claro amor – ele foi até o guarda roupa e pegou uma camiseta – aqui – ele me deu a camiseta.

Amanda: obrigado.

Eu fui até o banheiro e me troquei. A camiseta dele ficou bem grande em mim.

Amanda: ficou um pouquinho grande – eu sorri.

Justin: é ficou, mas você ficou perfeita nela.

Ele já avia se trocado, ele usava apenas uma Box, isso mesmo, UMA BOX! Oh céus, ele quer me enlouquecer.

Justin: amo?

Amanda: oi? – eu disse olhando o peitoral dele.

Justin: amor eu sei que sou gostoso, mas não precisa ficar babando – ele disse rindo.

Amanda: idiota – eu disse desviando o olhar.

Ele veio até mim me abraçou por trás.

Justin: o idiota que você ama né – ele deu um beijo no meu pescoço me fazendo arrepiar.

Amanda: é eu amo muito – eu sorri e nós fomos deitar.

Justin: te amo meu amor, boa noite.

Amanda: também te amo - eu dei um selinho nele – boa noite.

Ele me abraçou e nós dormimos de conchinha.

Esta ai mais um capitulo espero que gostem.
Desculpa a demora, era pra eu ter postado na segunda, mas eu falto luz aqui em casa bem na hora que eu estava terminando o capitulo e eu não tinha salvo então eu tinha perdido o que eu tinha escrito né, mas enfim, eu escrevi de novo e tá ai, então comentem haha.

directionliebetic: kkkkkkkkkkkkkkkk você revoltada com a Selena é hilario, eu concordo com tudo que você disse tá! kk, que bom que esta gostando :D

Imagine Belieber: Bem-Vinda amor, fico feliz que você esteja gostando, pode deixar que eu aviso sempre que eu postar :)

Xoxo.
Sorriso <3
SWAG!!

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Imagine Belieber – 31º capitulo.




Eu não acredito que ele disse isso! Tudo bem que o que ele disse é verdade, ou quase verdade, eu não sei se amo mesmo ela, eu gosto dela, mas amar eu já não tenho tanta certeza, mas enfim, essa pergunta foi muito constrangedora tanto pra mim quando pra ela.

Eu o peguei no colo e coloquei-o sentando em minhas pernas ele estava sorrindo e eu? Eu estava em choque, e a Amanda também, ela estava vermelha, ela parecia que não estava respirando direito, eu acho que ela vai ter um treco!

{Narração de Amanda}

O Victor tinha que ter saído do banheiro bem na hora em que eu e Justin estávamos nós beijando! 
E depois ele ainda tem que me matar de vergonha perguntando se eu amo o Justin, a resposta é obvia, é claro que eu amo ele! Eu só não sei se ele me ama, já o Victor tem certeza disso, como pode?! E ele ainda fala em eu e o Justin nos casarmos! De onde ele tirou essa brilhante idéia! Oh Deus o que eu estou dizendo? Ele esta falando que o Justin poderia ser o pai dele, o que o Justin deve esta pensando? Provavelmente ele deve esta achando que eu falei para Victor dizer isso a ele, 

Oh céus eu vou ter um treco!

Eu não consegui dizer nada, eu estava em choque, eu paralisei, eu comecei a suar frio, eu... Eu... 
Ah sei lá, eu só sei que eu estava quase morrendo de verginha. Eu queria enfiar a minha cabeça, não só a cabeça, eu queria é me jogar em um buraco bem fundo e nunca mais sair de lá.

Eu respirei fundo e me levantei com o pijama do Victor na mão, eu fui até a cama e me sentei.

Amanda: vem vestir o pijama – eu disse tentando parecer normal, tentando esquecer aquelas perguntas e tentando não ficar mais vermelha do que já estava.

Justin o colocou na cama e eu coloquei o pijama nele. Ele se espreguiçou logo em seguida bocejando, ele estava caindo de sono, eu me levantei para ajeitar a cama. Eu levantei o edredom, ajeitei o travesseiro e Victor veio se deitar, eu me sentei ao seu lado e comecei a fazendo cafuné nele, depois de alguns minutos ele já estava dormindo, eu me levantei de vagar, desliguei o abajur que tinha do lado da cama.

Eu chamei o Justin para ir pra forra do quarto, eu encostei a porta e o encarei envergonhada.
Amanda: desculpa pelo Victor, ele faz perguntas demais – eu disse dando um sorriso tímido.

Justin: tá tudo bem, a Jazzy é do mesmo jeito – ele deu uma leve risada.

Amanda: ér... O que ele disse sobre você... Você me... – eu tentei perguntar mais a vergonha não deixava.

Justin: sobre eu te amar? – ele perguntou dando um passo pra frente ficando ainda mais perto de mim.

Amanda: sim, é verdade? – eu perguntei timidamente.

Justin: eu não sei se amo você – ele foi sincero – as coisas estão indo um pouco rápido demais, eu só sei que estou gostando de você, mas amar eu já não sei – ele me olhou um pouco tenso, provavelmente temendo a minha reação.

Amanda: eu entendo, eu estou um pouco confusa também, eu gosto de você, gosto muito, mas nós nos conhecemos a pouco tempo não da pra dizer que eu amo você, bom eu amo, mas você é meu ídolo, eu ‘’cresci’’ – eu fiz aspas com os dedos – imaginando o dia em que eu casaria com você – eu ri timidamente – eu imaginava como seria conhecer você, eu realmente amo você, mas é um amor de fã, um amor que muitas garotas sentem por você, e eu estou confusa, não sei se o que eu estou sentindo é amor de fã ou... Ou... – eu não conseguia dizer.

Justin: ou se você sente algo a mais por mim? – ele perguntou colocando uma de suas mãos em meu rosto.

Amanda: é – eu encarei ale par de olhos cor de mel que eu tanto amo.

Nós não dizemos mais nada, ele ficou me encarando, alisando meu rosto, eu suspirei.

Justin: eu só quero que saiba que eu gosto muito de você, e eu quero muito ficar com você – ele aproximou seu rosto do meu, eu fui fechando os olhos ele fez o mesmo, nossos lábios se tocaram lentamente, ele pediu passem e eu cedi, o beijo estava perfeito, ele pegou em minha cintura me trazendo para mais perto de seu corpo, eu coquei uma de minhas mãos em seus cabelos, eu passava 
minha mão sobre seus cabelos macios, ele me pressionou contra a parede, ele levantou uma de minhas pernas até a sua cintura, ele apertou a minha coxa, aquilo estava ficando estranho, o beijo estava ficando mais selvagem, eu não podia deixar aquilo tomar outro rumo, eu tratei de separar nossos lábios, foi difícil eu confesso, mas eu consegui.

Amanda: Justin para – eu disse num sussurro, ele estava beijando meu pescoço me deixando toda 
arrepiada – Jus... – eu disse dando um leve empurrão nele.

Justin: o que foi? – ele disse me abraçando pela cintura, por que ele faz isso comigo me?

Amanda: é melhor eu entra, se o Victor acordar e não me ver lá ele vai ficar assustado – eu disse o encarando esperando ele me soltar, mas não, ele me trouxe mais pra perto.

Justin: ah não – ele disse manhoso – eu quero ficar aqui com você – ele disse meu beijando.

Desse jeito eu não vou resistir.

Amanda: Jus eu preciso entrar, amanha a gente se fala tá – eu disse tentando me soltar.

Justin: tá, mas só me da mais um beijinho – ele sorriu aproximando seu rosto do meu.

Nós nos beijamos dessa vez foi um beijo mais calmo, enceramos o beijo com alguns selinhos e eu entrei.

Eu me deitei na cama e fique pensando naquele beijo selvagem que o Justin avia me dando, eu ri alto, mas em seguida coloquei a mão na boca com medo de ter acordado o Victor.

Eu me revirava na cama tentando dormi, uma tentativa falha, eu não conseguia parar de pensar 
no Justin, no nosso beijo, eu não consigo parar de pensar nos olhos dele, na boca dele, isso esta me irritando, eu tento não pensar, eu tento, mas é impossível.

Victor se virou de frente pra mim, ainda dormindo, e colocou o braço em volta de mim, colocou a cabeça em meu peito se aconchegando, eu sorri e o abracei levemente, depois de alguns minutos eu acabei pegando no sono.

{Narração de Justin}

Eu estava praticamente pulando de tão feliz que estava. Eu não consegui conter o sorriso. Eu estava indo para o meu quarto quando eu encontro com Ryan e Cait saindo do elevador.

Cait: Justin! – ela pareceu um pouco surpresa ao me ver – o que faz acordado a essa hora? – ela perguntou colocando as mãos na cintura e me encarando curiosa me fazendo ri.

Justin: ah eu achei que tinha deixado minha mãe em Nova York! – eu disse rindo fazendo o Ryan ri também.

Cait: engraçadinho – ela me mostrou a língua – você não respondeu a minha pergunta – ela me encarou esperando a resposta.

Justin: eu estava com a Amanda – eu disse me lembrando dos nossos beijos, e involuntariamente eu sorri.

Ryan: hmmm com a Amanda aquela... – ele ia fala, ele ia, mas assim que Caitlin o encarou ele rapidamente se calou.

Justin: aquela o que Ryan? – eu disse provocando, ele me fuzilou com os olhos.

Cait: é aquela o que Ryan? – ela estava com ciúmes, isso é hilário.

Ryan: aquela pessoa maravilhosa era isso que eu ia dizer vocês em – ele disse revirando os olhos me fazendo ri.

Justin: sei – eu disse o encarando seriamente.

Cait: enfim – ele o encarou seriamente também depois voltou sua atenção a mim – o que estava aprontando com a Amanda em? – ela me perguntou me deixando um pouco sem graça.

Justin: Caitlin eu não estava fazendo nada de errado, e nem dava também né, tinha o Victor lá, então – eu disse os fazendo rirem.

Ryan: Justin seu safado – ele disse dando um tapa no meu ombro – você ia aproveitar se o moleque não estivesse lá né – nós rimos.

Cait: Ryan! – ela disse o repreendendo.

Justin: bom eu vou indo, estou morrendo de sono, depois a gente se fala - eu disse indo dar um beijo na bochecha da Cait.

Cait: ok, boa noite Jus.

Ryan: boa noite cara – ele disse vindo até mim e fazendo um toque.

Justin: boa noite casal, até mais – eu disse indo pro quarto.

Assim que entrei no quarto fui direto tomar um banho. Depois de colocar uma Box preta eu deitei na cama e fiquei pensando, isso mesmo, eu estava pensando nela, naquele sorriso, naqueles olhos, 
no corpo sexy dela, no beijo, ah aquele beijo como esquecê-lo?!

Em alguns minutos eu já avia dormido.

Eu acordei mais que feliz, hoje seria o grande dia, só faltava eu pensar aonde eu poderia levá-la, em um restaurante talvez! E depois? Quem sabe um passeio pela praia, e é claro a grande surpresa, espero que ela não se assuste!

{Narração de Amanda}

Eu acordei com Victor pulando na cama, eu odeio quando ele faz isso.

Amanda: para Victor eu quero dormir – eu disse me virando para o outro lado da cama.

Victor: eu to com fome mamãe – ele disse se sentando na cama – vamos mamãe levanta – ele disse me balançando.

Amanda: ok, ok já levantei – eu me sentei na cama me espreguiçando – espera um pouquinho você já tomou banho?! – eu disse surpresa.

Victor: sim – ele disse dando o maior sorriso.

Amanda: já se adiantou né? – eu fiz cócegas em sua barriga.

Victor: sim – ele disse todo orgulho de si mesmo.

Amanda: ok, então eu vou tomar banho, já volto – eu disse entrando no banheiro.

Eu estava lavando o cabelo quando ouvi alguém bater na porta.

Amanda: VICTOR QUEM É? –eu gritei do banheiro.

Victor: É O JUSTIN MAMÃE – ele gritou de volta.

Amanda: OK, EU JÁ ESTOU QUASE ACABANDO – eu disse retirando o shampoo do meu cabelo.

Eu terminei o meu banho me enrolei na toalha e fui vestir a minha roupa, mas ouve um pequeno problema, eu não peguei uma roupa! Que droga.

Eu abri a porta e encarei os dois que estavam jogando vídeo game, é só o que eles sabem fazer. Eu fui até o guarda roupa e peguei uma roupa, até ai tudo bem, eles nem tinha percebido que eu estava ali, mas assim que eu me virei eu ouvi Victor me chamando, droga!

Victor: mamãe ainda não se trocou? – ele disse me olhando fazendo Justin me encara.

Oh céus que vergonha!

Justin me olhou dor pés a cabeça, me deixando ainda mais envergonhada.

Justin: bom dia – ele sorriu – eu vim aqui pra chamar você e o Victor pra tomarem café da manha comigo – ele sorria lindamente me deixando hipnotizada.

Amanda: ah sim, eu só vou me trocar e já volto – eu sorri, ele acendeu e eu me virei, eu dei uma pequena olhadinha por cima do meu ombro e adivinha, ele estava me olhando, que surpresa! Só que não né.

Eu me troquei, penteei meu cabelo e sai do banhei.

 Amanda: estou pronta – disse assim que abri a porta.

Justin: esta linda – ele veio até mim e me deu um beijo no canto da boca.

Victor: é mamãe você tá linda, mas vamos logo que eu estou morrendo de fome – ele disse vindo até mim e puxando a minha mão.

Amanda: ok – eu disse rindo.

Eu peguei a minha bolsa, meu Iphone e sai do quarto.

Nós fomos ao Starbucks que avia ali perto, nos fizemos os pedidos e ficamos esperando.

Justin: eu encontrei o Ryan e a Cait quando eu estava indo pro quarto ontem à noite, eles estavam tão felizes, acho que deu tudo certo – ele disse sorrindo.

Amanda: espero que sim, eles se gostam tanto – eu sorri também.

Victor: depois vamos ao parquinho? Por favor, por favor, por favor, por favor? – ele disse fazendo uma carinha tão engraçada que eu não consegui conter o riso.

Justin: se sua mãe deixar – ele disse me encarando.

Amanda: hmm, não sei não em – eu disse fingindo esta pensando.

Victor: vai mamãe, por favor? – ele disse fazendo um biquinho muito fofo.

Amanda: ok, nós vamos – eu sorri e ele ficou muito empolgando.

Victor: oba!

Nosso pedido avia chegado, nós comemos e depois fomos ao parquinho. O Victor aproveitou bastante, ele estava se divertindo muito. Eu só estava um pouco incomodada com os paparazzi, eles estavam tirando varias fotos nossa, e às vezes algumas pessoas vinham até nós pedindo autografo pro Justin, isso é um pouco estranho, um pouco não, isso é muito estranho.

Amanda: é sempre assim não é? – eu disse assim que tivemos um tempinho a sós.

Justin: é sim, às vezes eu não gosto dessa atenção todo, quero dizer, os meus fãs são incríveis e eu 
amo poder falar com eles, mas os paparazzi, ah eles são muito irritantes, eu definitivamente não gosto deles – ele disse olhando para alguns paparazzi que estavam ali perto – eles não me deixam em paz um só minuto.

Amanda: eu gostaria de dizer que entende você, mas se eu falasse isso eu estaria mentindo, então – eu dei uma leve risada.

Justin: tudo bem. Mas então eu estou animado para o nosso jantar de hoje à noite – ele disse sorrindo.

Amanda: eu também. A propósito, aonde vamos? – eu perguntei curiosa.

Justin: primeiro vamos a um restaurante, e depois é surpresa.

Amanda: não gosto de surpresas, me conta vai – eu disse fazendo bico.

Justin: se eu contar não será mais surpresa – ele me puxou pela cintura e me deu um beijo na bochecha – eu só não te dou um beijo nesse seu biquinho fofo por que aqueles paparazzi chatos estão aqui – ele disse meio chateado, mas logo depois sorrio.

Nós nos sentamos embaixo de uma arvore e ficamos olhando o Victor brincar, ele já avia feito até 
alguns amiguinhos, e olha que ele é muito tímido.

Amanda: estou tão cansada, Victor me acordou tão cedo hoje – eu disse bocejando.

Justin: deita aqui bebê – ele bateu em seu colo indicando que eu deitasse ali.

Amanda: eu vou acabar dormindo – eu disse rindo.

Justin: tudo bem, o Victor não vai quer ir embora tão cedo assim – ele disse olhando para Victor que estava correndo par lá e pra cá.

Justin ficou fazendo cafuné em mim, eu estava tentando ficar acordada, mas foi uma tentativa falha, eu acabei cochilando.

{Narração de Justin}

Ela dormiu em meu colo. Ela parecia um anjo, o meu anjo. Era tão bom tela ao meu lado. Eu me sentia o homem mais feliz do mundo, mas ela ainda não é minha definitivamente, isso me chateia, mas depois de hoje a noite ela vai ser minha, eu sei que vai.

(...)

No momento eu estou no meu quarto, me arrumando, esta quase na hora do jantar, eu estou tão nervoso, espero que tudo de certo.

Eu estava terminando de pentear o meu cabelo quando alguém bateu na porta, eu só terminei de arrumar o cabelo e fui até a porta.

Justin: o que você esta fazendo aqui? – eu perguntei assustado ao ver que era a Selena.

Selena: eu preciso falar com você – ela disse já entrando.

Justin: hey o que pensa que esta fazendo? Pode sair do meu quarto – eu disse a pegando pelo braço.

Selena: me solta você esta me machucando – ela disse puxando o braço dela – eu não vou embora sem antes falar com você.

Eu suspirei olhando por relógio, faltavam cinco minutos para o meu encontro com a Amanda.

Justin: é bom você ser rápida por que eu estou de saída – eu disse seco.

Selena: Justin me perdoa, eu errei, eu não devia ter traído você, eu te amo, por favor, volta comigo? – ela disse chorando e vindo me abraçar.

Justin: você tá brincando não é? – eu disse me afastando dela – eu não vou voltar com você.

Selena: Justin eu te amo, me perdoa, eu não posso viver sem você, por favor, Justin, não faz isso 
comigo – ela disse em prantos.

Justin: não adianta chorar Selena, eu nunca vou perdoar você! Eu confiava em você. Eu amava você, e o que você fez? Você me traiu, e com um amigo meu não tem como eu perdoar você. É melhor você ir embora – eu disse a encarando esperando que ela saísse, mas não ela me beijou isso mesmo, ELA ME BEIJOU!

{Narração de Amanda}

Eu estava pronta, a Cait já avia chegando, ela vai ficar com o Victor até eu chegar.

Amanda: então estou bonita? – eu perguntei me virando para que elas pudessem olhar.

Cait: esta perfeita amiga – ela sorriu.

Victor: é mamãe você esta linda – ele veio até mim e me abraçou.

Amanda: obrigado meus amores – eu peguei meu Iphone e vi que horas era – Justin esta atrasado.

Eu fiquei esperando mais alguns minutos e acabei não aguentando esperar ele e fui até o quarto dele ver o que tinha acontecido.

Mas para a minha surpresa ele estava bem, bem até demais. Ele estava beijando a vadia da Selena, depois de tudo que ela fez ele ainda tem coragem de beijá-la!

Eu senti uma lagrima escorrer pelo meu rosto, eu não acredito que ele foi capaz de fazer isso comigo, ele disse que gostava de mim, ele me enganou! 

Tá ai mais um capitulo, espero que gostem.
Comentem, quero saber se estão gostando da historia.

directionliebetic: que bom que esperou eu voltar ;) Victor faz muitas perguntas né kk 


Se vocês quiserem falar comigo as minhas redes sociais então aqui podem me incomodar ta, eu não ligo não haha amo vocês <3
Xoxo.
Eu acho essa foto tão fofa, amo esses dois.
Só queria que eles parassem de crescer um pouco né

Queria poder pegar eles no colo :/ mas tudo bem né :)
SWAG!!

Quem sou eu

Minha foto
Uma garota sorridente que acreditas nos sonhos dela, e que é Belieber com muito orgulho.
Tecnologia do Blogger.

Belieber Número

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Follow by Email

Seguidores