segunda-feira, 4 de março de 2013

This Kiss - Capitulo 2.




OMG! Eu não sabia o que fazer, tinha um gato na minha frente só de cueca, eu não sabia o que falar. oh God como o pênis dele é grande, OMG, OMG, eu não pensei isso, gente esquece o que eu acabei de dizer ok? ok.

- quem é você? O que esta fazendo aqui no meu quarto? O que você quer? – ele disse rápido me 
encarando ainda com os olhos arregalados.

- hum é... Qual foi à primeira pergunta mesmo? – eu disse meio nervosa, ele é muito gostoso, não consigo 
parar de olhá-lo.
- quem é você?

- ah sim, meu nome é Julieta, você deve ser o Justin filho da Pattie. Sua mãe me pediu para acordá-lo.

- tá, você já me acordou agora pode ir embora – ele disse se deitando na cama novamente.

- nossa que grosso – eu disse baixinho.

- o que você disse?

- nada, eu não disse nada – eu me virei e sai de lá.

Tão lindo, mas tão mal educado. To vendo que vai ser um ano bem difícil.

Eu desci e fui direto para cozinha onde Pattie estava terminando de fazer o meu lanche.

- voltei – disse assim que entrei na cozinha.

- conseguiu acordá-lo? – disse colocando uma jarra de suco na mesa.

- sim.

- hum. Pode se servi.

- ok, obrigado.

Eu peguei um prato coloquei duas torradas no mesmo, depois peguei um copo e coloquei um pouco de 
suco.

- bom dia mãe – disse Justin entrando na cozinha.

Dessa vês ele estava vestido, só estava sem camisa.

- bom dia querido – disse Pattie depositando um beijo na testa do menino grosseiro, porem muito gostoso – 
Justin esta é a Julieta, ela ira morar aqui este ano.

- ah legal – ele deu de ombros.

Ele pegou um prato colocou quatro torradas no mesmo, depois pegou um copo e colocou um pouco de 
suco, ele estava indo para a sala, mas Pattie o chamou.

- hey onde pensa que vai?

- vou me sentar na sala – ele disse como se fosse óbvio.

- não mesmo, pode se sentar a mesa, agora.

Ele murmurou alguma coisa e logo se sentou a mesa. Pattie se sentou também e todos comemos em silencio.

Justin foi o primeiro a acabar de comer e também foi o que mais comeu, não sei como ele não engorda, ele 
é magrinho e come muito, tipo, muito mesmo.

- mãe vou na praça agora está bem?

- vai com quem?

- com os meninos.

- ah sim, leve Julieta com você, aproveita e mostra a cidade para ela.

- tá – ele revirou os olhos e saiu.

Legal to sendo obrigada a ir conhecer a cidade com esse idiota, eu mereço.

- Pattie onde é o banheiro?

- é lá em cima, terceira porta a esquerda.

- obrigado.
Eu me levantei e fui até as escadas e comecei a subir. Que droga vou ter que ir ao quando do Justin pegar a 
minha escova de dentes, minha mochila esta lá.

Cadê meu celular hein? Ai que droga, não acredito que perdi ele de novo. Oh céus como eu sou lerda, ele 
ficou no chão lá no quarto do Justin, espero que aquele retardado não esteja mexendo nele.

Eu cheguei ao quarto do Justin e adivinha, ele estava sim mexendo no meu celular, não acredito, vou matar 
ele.

- o que esta fazendo seu idiota? – eu disse entrando no quarto dele.

Ah merda ele estava sem camiseta.

{Narração de Justin}

Não acredito que vou ter que levar aquela garota chata para praça, que droga. Eu nem a conheço e vou ter 
que levá-la para conhecer a cidade. Acho que minha mãe já me falou dela, ela vai morar aqui por um ano, 
vou ter que aguentá-la por um ano, um ano de pura chatice. Mas vamos ver o lado bom disso tudo, sim isso 
tem um lado bom e sabe qual é? Não, ah eu te respondo, ELA É A MAIOR GATA. O único problema é a 
Caitlin, minha namorada, ela é muito ciumenta, quando ela descobri que Julieta vai morar aqui por um ano 
ela vai surtar.

Agora eu estou me arrumando, tenho que ficar gato para a minha gata, certo?

Olha só, um celular, de quem será? Hum vamos ver, ah é daquela garota chata, porem muito gostosa. Uou 
olha o tamanho dos seios dela, meu Deus como são grandes, essa foto de papel de parede é perfeita, ela 
esta ainda mais gostosa nessa foto.

- o que esta fazendo seu idiota?

Fodeu, ela vai querer me matar.

- primeiro eu não sou idiota, segundo eu só queria saber de quem era o celular, eu não estava fazendo nada 
ok? – eu levantei as mãos mostrando que não tinha feito nada de errado.

- espero mesmo que não tenha feito nada – ela pegou o celular da minha mão e foi até uma mochila roxa 
que estava no chão, de onde que saiu essa mochila? Eu não tinha a visto ali.

- essa mochila é sua?

- claro né seu idiota, se não fosse minha eu não estaria mexendo nela – ela disse grossa.

- não precisa ser grosseira, só fiz uma pergunta, a propósito, por que sua mochila esta no meu quarto? – 
disse indo até meu guarda-roupa e peguei uma camiseta.

- sua mãe não te falou? – ela disse me olhando.

- falou o que?

- eu vou dormir aqui e você na sala.

Como? Eu vou ter que dormir na sala em quanto essa garota desfruta do conforto do meu quando? Não 
acredito, minha mãe não tinha me falando nada sobre isso.

Eu sai do quando furioso, eu tenho que falar com ela.

- mãe que historia é essa de você ter dado o meu quarto para aquela garota irritante? – eu disse entrando na 
cozinha.

- Justin isso é jeito de falar ela é nossa hospede, o quarto de hospedes ainda não esta pronto e eu não vou 
deixá-la dormir no sofá – ela disse secando as mãos e me encarando.

- ah claro, eu tenho que dormir no sofá e ela na minha cama confortável! Fala sério né mãe – eu disse 
emburrado.

- Justin o que queria que eu fizesse? – eu ai responder mais ela me interromper – nem precisa responder, 
você dormi na sala e ela no seu quarto esta decidido.

- mas mãe...

- ah, se falar mais alguma coisa eu não deixo mais você sair.

- que droga – eu murmurei.

- o que disse?

- nada mãe.

Eu me virei e voltei pro meu quarto. Mais que droga, ela mal chegou e já esta tomando conta do meu 
quarto, daqui a pouco vai querer as minhas roupas também! Eu sei, eu sei, estou exagerando, mas eu não 
quero dormir no safa, fala sério.

Eu entrei no quarto e vi aquela ladra de quartos sentada causando seus tênis, eu passei direto por ela, fui terminar de me arrumar depois eu fui passar um pouco de perfume, peguei meu celular e coloquei no bolso. Eu estava pronto.

- vamos? – disse encarando aquele ser insuportável.

- sim, ah uma tal de Caitlin te ligou, eu atendi e disse que você estava conversando com a sua mãe.

 - você o que? Não acredito, que droga, ela deve estar pensando besteira agora, ela vai quer me matar, por que fez isso? – ela ia responder mais eu a interrompi – não responde só fique quieta que eu tenho que ligar 
para a minha namorada.

Eu sai do quarto e desci as escadas peguei meu celular e liguei para Caitlin.

~ ligação on ~

- oi meu amor – eu disse.

- Justin quem era aquela garota? Se você estiver me traindo eu te mato ouviu, te mato – ela disse furiosa.

- calma meu amor, eu não estou te traindo, eu nunca faria isso com você, eu gosto muito de você. Foi a 
Julieta que atendeu, ela vai ficar aqui em casa por um tempo.


- como assim? Você não me disse nada sobre isso, Justin Drew Bieber me conte agora que historia é essa.

- calma, calma, eu estou indo na praça agora vai lá, os meninos vão também, quando eu chegar lá eu te 
explico ok?

- tudo bem, espero que ela não seja bonita, ela não é bonita né?

Bonita? Ela é um pedaço de mau caminho, ela é uma gostosa. Pensei.

- bonita? Eu não sei amor, você sabe que eu só tenho olhos para você minha linda – que clichê isso, mas se 
eu não dissesse isso ela não iria acreditar.

- owwn meu amor, que fofo, eu espero mesmo que não tenha olhado para ela, se não... – eu a interrompi.

- amor já disse que não olhei para ela e a propósito ela é muito chata.

- hum bom saber, agora eu tenho certeza de que você não vai querer ficar perto dela.

- não vou mesmo, ela é insuportável – eu vi Julieta descendo, ela me fuzilou com os olhos, ela deve ter 
ouvido o que eu disse – bom amor vou desligar, já estou saindo de casa, nos vemos na praça, certo?

- sim meu amor, beijos, te amo.

- eu também, tchau.

~ ligação off ~

- insuportável é você – ela disse parando na minha frente.

- me erra garota. To indo mãe.

- tá bom querido, não volta muito tarde, divirtam-se.

- tá, tchau.

Nós saímos e fomos andando até a praça.

- anda mais devagar – disse a chatinha pela décima vez.

- não estou andando rápido, você é muito lerda.

- não sou não e você esta praticamente correndo.

- para de reclamar um pouco, isso me irrita.

- problema seu, se você parasse de andar rápido talvez eu ficasse quieta.

- hum, se eu andar mais devagar você cala a boca?

- hum - disse pensativa - sim.

- então tá bom.

Eu diminui os passos, agora ela conseguia me acompanhar.

- a cidade é tão linda.

- você disse que ficaria quieta.

- tá bom eu calo a boca – ela voltou a olhar a paisagem – por que as pessoas ficam nos olhando hein?

- você não vai ficar quieta né? – ela balançou a cabeça positivamente, eu revirei os olhos – aqui é cidade 
pequena todos se conhecem e você é nova aqui é meio obvio que as pessoas vão ficar te olhando querendo 
saber quem é você.

- ah entendi – depois disse nós foi o resto do caminho quietos.

Eu avistei os meninos de longe, eles estavam conversando, Chaz foi o primeiro a ver que eu estava 
chegando, ele avisou os meninos que rapidamente olharam para trás, eles provavelmente estavam olhando 
para a chatinha que esta ao meu lado.

- e ai – eu disse assim que cheguei perto deles.

- Justin quem é essa princesa? – perguntou Ryan.

- essa é a Julieta, ela vai ficar lá em casa por um tempo.

- oi Julieta, você é linda – disse Ryan depositando um beijo na mão da menina insuportável – meu nome é 
Ryan, prazer em conhecê-la.

- oi Ryan – ela riu – o prazer é meu você é muito gentil.

- sai pra lá Ryan minha vez – disse Chaz empurrando Ryan – oi gracinha, meu nome é Chaz, prazer em 
conhecê-la – ele beijou a bochecha dela.

- oi Chaz, prazer em conhecê-lo – ela sorriu.

- você é linda Julieta.

- obrigado Chaz, você é lindo também – ela sorriu timidamente.

- uh ela me acha lindo – ele sorriu.

- não minta para ele Julieta – disse Ryan e nós rimos.

- cala a boca Ryan – disse Chaz o fuzilando.

- ok, ok, minha vez – disse o Chris – oi Julieta, eu sou o Christian, mas pode me chamar de Chris.

- oi Chris, prazer em conhecê-lo.

- nossa como vocês são safados, mal conheceram a menina e já estão dando em cima dela – eu disse.

- fica quieto Justin – disse o Chaz – então Julieta de onde você é?

- eu sou do Brasil.

- por isso é tão linda – disse Ryan.

- cadê a Caitlin hein?

- ela estava se arrumando quando eu sai de casa – disse o Chris.

- e por que você não a esperou?

- por que ela demora muito.

- é eu sei.

- Julieta você aceita sair comigo? – disse Chaz.

Esse menino não perde tempo.

- não, não, ela vai sair comigo – disse Ryan.

- parem de se iludirem, ela vai sair comigo – disse o Chris.

- parem de brigar – eu disse – quando vocês a conhecerem melhor vão ver o quanto ela é chata e 
insuportável e não vão querer sair com ela.

- não fala assim dela Justin – disse Chaz – você esta é com inveja por que ela me acha lindo – ele se gabou.

- Chaz não se iluda, ela não enxerga muito bem por isso te achou lindo – eu e os meninos rimos.

- cala a boca Justin – disse Julieta – ele é lindo sim, todos são, bom já você eu não posso dizer o mesmo – risos.

- há há muito engraçado Julieta, você me faz ri com suas piadas – disse ironicamente – idiota – revirei os olhos.

- Justin pare de ser mal educado – disse o Chris – você não pode falar assim com uma dama.

- owwn obrigado Chris, você é muito fofo – disse Julieta o abraçando.

- eu falo do jeito que eu quiser porra, fica na sua – eu disse com raiva, muita raiva.

Não acredito que meus amigos vão ficar contra mim, eles estão defendendo essa idiota, isso me irrita.

Ah Caitlin esta vindo, finalmente vou ter alguém que ira ficar do meu lado e não contra mim.

- oi meu amor – disse assim que ela chegou perto de mim.

- oi amor – ela me beijou – quem é essa?

Ela olhou para Julieta como se ela fosse... não sei, ela a olhou com cara feia.

- essa é a Julieta, Cait.

- você disse que ela era feia – ela sussurrou.

- eu não disse isso, eu disse que não avia reparado nela, é diferente.

- diferente? Ela é muito bonita, eu não quero você perto dela, Justin – ela disse com raiva.

Ela tinha razão, Julieta é muito bonita, olha essa corpo, o corpo dela é perfeito, ela tem lindas curvas, lindos 
seios e aquela bunda dela, meu Deus como é grande.

- Justin pare de olhar para ela agora – ela disse me despertando de meus pensamentos.

- eu não estava a olhando.

- estava sim, estava quase babando, Justin, não quero que olhe para ela.

- Caitlin calma, o que ouve? Por que esta tão brava comigo, eu não estava olhando para ela.

- estava sim, eu não sou boba, espero que fique longe dela, a propósito, de onde você a conhece?

- eu a conheci hoje.

- como assim hoje?

- ela chegou de viagem.

- e onde ela mora?

- lá em casa.

- ah – ela disse normalmente, mas ai ela parou e me olhou com os olhos arregalados – COMO ASSIM ‘’LÁ EM CASA’’?

Agora fodeu tudo.

Quem sou eu

Minha foto
Uma garota sorridente que acreditas nos sonhos dela, e que é Belieber com muito orgulho.
Tecnologia do Blogger.

Belieber Número

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Follow by Email

Seguidores