domingo, 14 de abril de 2013

Imagine Belieber – 39º capitulo.


Eu sabia que aquela vadia não era de confiança, eu sabia, mas como sempre o Leonardo não me escuta. Agora estamos aqui em perigo e ninguém sabe onde estamos.

Estou amarada em uma cadeira do lado do Leo, eu não sei o que querem com nós, eu já perguntei mais ninguém me responde nada nessa porra, eu já estou ficando irritada.  Quando eu sair daqui eu vou matar aquela vadia da Miley.

Miley: você não parece mais tão valentona – ela disse entrando na sala onde eu estava, ela tinha um sorriso vitorioso no rosto, isso me deixou ainda mais irritada.

Amanda: quando eu te pegar você vai morre, tá me ouvindo, você vai morrer sua vadia desgraçada.

Miley: é bom você ficar quietinha se não eu te mato sua vadia – ela passou a mão no meu rosto logo depois me deu um tapa – isso é por você ter me batido sua vagabunda.

XxXx: hey Miley você sabe muito bem qual é o combinado, não podemos fazer nada com essa vadia, é bom você obedecer se não a chefa vai matar você.

Miley: já sei, já sei – ela disse sem paciência – e onde esta a chefa?

XxXx: daqui a uns 20 minutos ela estará aqui.

Miley: ok.

Amanda: quem é essa ‘’chefa’’? o que querem comigo?

Miley: calma mocinha, quando ela chegar você saberá.

Leo: eu gostava de você, eu gostava tanto de você Miley, por que fez isso comigo?

Miley: eu também gostava de você – ela riu – quem eu estou querendo enganar, eu só gostava do 
sexo gostoso que nós fazíamos todos os dias, seu pau é uma delicia – ela disse apertando o pênis do meu irmão.

Leo: você é uma vadia mesmo.

Miley: uma vadia que você adorava foder né.

Amanda: acho que vou vomitar, que nojo de você.

Miley: cala a boca garota, até parece que você nunca fez sexo. Eu sei que o Bieber já te fodeu 
todinha.

Amanda: CALA A BOCA VAGABUNDA,VOCÊ NÃO SABE DE NADA, SE VOCÊ FALAR O 
NOME DO MEU NAMORADO MAIS UMA VEZ EU TE MATO – eu disse gritando, eu perdi a 
paciência.

Miley: Justin Bieber, Justin Bieber – ela provocou – idiota – ela disse e saiu da sala.

Amanda: mais que droga, se você não tivesse se envolvido com ela nada disse teria acontecido.

Leo: agora a culpa é minha! Não posso fazer nada se ela é muito gostosa e eu não consegui 
resistir.

Amanda: cala a boca Leonardo.
Eu estava com medo, eu não sei o que vão fazer comigo e com meu irmão, eu não quero morrer, eu 
tenho um filho pra criar, eu não posso morrer, eu passei por tanta coisa, superei todos os 
obstáculos que apareceram em meu caminho, eu tenho que fazer alguma coisa.

Amanda: Leo você não tem nada que possa cortar essas cordas?

Leo: não, mas eu posso tentar soltar as minhas mãos, espera um pouquinho – ele mexeu as mãos 
um pouco e depois de alguns minutos ele se soltou – consegui.

Ele veio perto de mim pra desamarrar as minhas mãos.

Amanda: vai Leo desamarra isso logo – eu disse nervosa, eu queria muito sair desse lugar.

Leo: calma, eu to tentando.

Eu ouvi passos, que droga, tem alguém vindo.

Amanda: Leo é melhor você ir, tá vindo alguém, vai e chama a policia, vai Leo.

Leo: eu não vou deixar você aqui, não vou.

Amanda: por favor, Leo não vamos discutir agora, vai, por favor.

Leo: tá bom, tá bom – ele foi até uma janela que avia ali naquela sala e a abriu – eu vou voltar 
com ajuda tá mana.

Amanda: tá, agora vai.

Ele saiu correndo. Eu fico um pouco mais aliviada por ele ter saído, pelo menos agora eu tenho 
certeza de que alguém vai vem me salvar.

Eu ouvi o barulho da maçaneta sendo rodada, agora fodeu tudo, só quero ver o que eles vão fazer 
comigo.

Miley: voltei vadia, opa, onde esta o seu irmão? – ela disse confusa.

Amanda: ele conseguiu se soltar e daqui a pouco isso daqui vai estar cercado de policias.

Miley: droga – ela disse saindo da sala.

Hum acho que estraguei o plano deles.

 Eu ouvi passos, droga, estão voltando.

XxXx: aqui esta ela chefe.

Disse um homem entrando na sala, ele deu passagem para alguém entra. Não acredito isso só pode 
ser brincadeira.

Amanda: você! É você a chefe de tudo isso? Não acredito nisso.

{Narração de Justin}

Agora eu estou voltando pra casa, o pessoal vai pra lá também. Nos divertimos muito no parque, 
as crianças não paravam quietas um só minuto, nós ficamos correndo pra lá e pra cá, foi divertido.

Eu só estou um pouco preocupado a Amanda ainda não me ligou, eu já tentei ligar mais algumas 
vezes mais nada.

Agora estou tirando as crianças do carro, eles estão com uma energia, eu não sei como eles não 
estão cansados ainda, correram o dia todo.

Justin: cheguei mãe – disse assim que entrei em casa.

Jas: Jaxon não corre você vai cair – assim que ela terminou a frase ele caiu no chão – ah meu 
Deus – ela correu até ele – você tá bem?

Pattie: Justin ainda bem que chegou – ela disse meio aflita.

Justin: o que aconteceu?

Pattie: Justin a Amanda foi sequestrada.

Justin: O QUE?

Pattie: calma Justin, calma, o Leo chegou faz uns cinco minutos, eu já liguei para a policia.

Justin: por que não me ligou? Onde ela esta? Por que estão com ela? Por que a pegaram? Eles 
querem o que, dinheiro? Eu posso pagar mãe, por que a pegaram? Por quê? – eu disse entrando 
em desespero, eu não sabia o que fazer.

Ryan: como assim sequestraram a Amanda?!

Cait: ah me Deus – ela disse chorando.

Victor: cadê a minha mãe? Eu quero a minha mãe. Por que a tia Cait tá chorando?

Chaz: precisamos fazer alguma coisa, meu Deus.

Pattie: calma gente, nós não podemos fazer nada, eu já liguei para a policia, eles vão encontrá-la.

Justin: eu não posso ficar aqui sem fazer nada, eu não posso. Leo para onde a levaram?

Leo: eles estão no Brooklyn.

Justin: eu vou lá, eu tenho que salva-la.

Victor: papai – ele disse vindo até mim – onde tá a minha mãe?

Justin: ela saiu, mas eu vou busca-lá, já já ela estará aqui tá bom?

Victor: tá.

Chris: eu vou levar ele e as crianças lá pra cima. Vamos pequenos.

Eles subiram.

Jas: meu Deus, Leo não disserem o que queria com ela? Não falaram se queriam dinheiro?

Leo: não eles não falaram nada, e o piro de tudo é que a Miley esta junto com eles.

Jas: não acredito aquela vadia, ah eu vou matar ela.

Chaz: calma amor, calma.

Eu fui até o Leo e perguntei onde exatamente tinha levando a Amanda ele me explicou onde era. 
Agora eu já sei onde eles estão eu tenho que ser rápido, eu me afastei de todos e fui andando até a 
portar.

Pattie: Justin volta aqui – disse minha mãe assim que me viu saindo de perto deles.

Jas: Justin o que pensa que esta fazendo? Você só vai piorar tudo, não vai.

Justin: me deixem, eu vou sim, vocês querendo ou não.

Eu abri a porta do carro e entrei.

Ryan: você não vai sem mim – ele disse entrando no carro.

Cait: Ryan, o que esta fazendo? Tá ficando louco?

Pattie: Justin sai desse caro agora.

Eu não disse nada apenas liguei o carro e sai a mil, eu preciso chegar lá o mais rápido possível.

Ryan: você tem um plano pelo menos?

Justin: o plano é chegar lá e pegar a Amanda.

Ryan: sério!

Justin: cara eu não to com cabeça pra pensar agora, eu só quero salvar a minha garota.

Ryan: Justin isso não vai dar certo, somos dois contar, sei lá, dez, quinze, vinte caras, isso vai dar 
merda cara.

Justin: e o que vamos fazer? Eu não posso ficar parado sem fazer nada.

Ryan: eu sei, mas seria uma boa ter um plano de ataque né.

Eu ia falar mais fui interrompido pelo meu celular que começou a tocar.

Justin: vê ai quem é – eu peguei o celular e dei pra ele.

Ryan: alô, quem é?... Policia?... Ah sim... Vocês conseguiram pega-los?... Não... Que droga, nós já 
estamos perto... Tudo bem – ele desligou.

Justin: era do policia! O que eles disseram?

Ryan: eles estão lá já, mas eles não podem invadir se não os caras vão matar ela.

Justin: ai meu Deus.

Ryan: calma Justin, calma, esses filhos da puta não vão fazer nada com ela.

Eu não disse nada apenas acelerei, eu tenho que chegar logo nesse lugar, eu tenho que fazer 
alguma coisa, minha garota esta em perigo, eu tenho que salva-la.

Assim que eu cheguei ao lugar que o Leo me falou eu vi muitos policiais cercando o lugar, eles 
estavam tentando negociar com os caras.

Justin: o que esta acontecendo? Eles vão soltar a minha namorada? – eu perguntei para uma 
policial.

Policial: Justin Bieber! – ela disse surpresa – bom eu não sei ainda, eles estão negociando, mas 
eles parecem não querer dinheiro.

Justin: se eles não querem dinheiro eles querem o que então?

Policial: eu não sei ainda, mas vamos fazer de tudo para salvar sua namorada – ela disse e depois 
saiu.

Que droga, eu tenho que entra lá, eu tenho que fazer alguma coisa.

Justin: Ryan eu vou entrar lá – eu disse determinado.

Ryan: você tá louco, não vai fazer besteira Justin.

Justin: eu tenho que fazer alguma coisa cara, não consigo ficar aqui parado só olhando.

Ryan: cara para com isso, você só vai piorar a situação.

Eu estava tão nervosa, o pior era que o Ryan tinha razão. Eu fiquei andando de um lado para o 
outro, eu estava quase fazendo um buraco no chão.

Puta que pariu eu não posso ficar aqui para, quer saber quem vai falar com esse desgraçado agora 
vai ser eu.

Eu fui até o policial que estava negociando com o vagabundo e peguei o alto-falante das mãos 
dele.

Policial: o que pensa que esta fazendo? – ele protestou, eu apenas o ignorei.

Justin: cara o que você quer em troca da minha namorada? Pode pedir qualquer coisa, você quer 
dinheiro? Eu tenho dinheiro, tenho muito dinheiro, eu posso pagar o valor que você quiser, mas 
solta a minha namorada – eu disse aflito, eu não sabia ao certo o que dizer, eu só queria que eles a 
soltassem.

O desgraçado não disse nada, eu fiquei esperando ele falar mais ele não disse nada, o filho da 
puta não disse nada, que raiva.

XxXx: Justin? Justin é você?

Isso não é voz de homem, espera, essa voz, eu não acredito, desgraçada, vagabunda, eu vou matar 
essa vadia, eu vou matar-la.

Quem sou eu

Minha foto
Uma garota sorridente que acreditas nos sonhos dela, e que é Belieber com muito orgulho.
Tecnologia do Blogger.

Belieber Número

You can replace this text by going to "Layout" and then "Page Elements" section. Edit " About "

Follow by Email

Seguidores